fbpx
Indicadores de desempenho para empresas

Conheça 20 indicadores Económicos e Financeiros que deve começar já a monitorizar!

“Monitorizar indicadores de desempenho para estar bem informado e tomar boas decisões” – Acima de tudo esta deve ser a sua orientação.

A grande problemática das micro e pequenas empresas é que os seus gestores são o “one man show”. Portanto, não têm tempo nem disponibilidade para tudo, originando que haja aspetos de gestão que são negligenciados.

Revê-se neste problema?

Como melhorar este aspeto? Em primeiro lugar, simplicidade… criar rotinas que permitam parar por breves instantes para analisar/monitorizar, pensar e executar. Quem pode ser o seu principal aliado? O seu contabilista!

 

Confira a lista de indicadores de desempenho que criamos para si

Para que consiga melhorar a gestão da vertente financeira da sua empresa deve prestar especial atenção aos seguintes indicadores de desempenho:

  • Saldo mensal do Orçamento de Tesouraria – Temos disponibilidades financeiras para os próximos meses?
  • Conta à Ordem – Quanto dinheiro temos disponível neste momento?
  • Valores de clientes em atraso – Quanto já nos devem?
  • Valores de fornecedores em atraso – Quanto é que nós temos em atraso?
  • Desvio do orçamento – Quanto é que estamos a gastar a mais (ou a menos) face ao planeado?

 

Primordialmente, no universo das micro e pequenas empresas, a grande inquietação é com a área da tesouraria, havendo uma preocupação clara em garantir disponibilidade financeira para honrar os compromissos e manter o negócio a funcionar.

No entanto, outro aspeto importante para estas empresas deve ser o planeamento e o controlo orçamental. Cumprir com as metas definidas e evitar desvios (negativos) deve ser o principal foco. Como resultado é imprescindível manter os gastos sobre um controlo “cerrado”.

 

Haverá outros indicadores de desempenho que possa monitorizar?

Certamente, a resposta é sim! Fica a nossa sugestão:

  • Nº de clientes com pagamentos em atraso – Quantos clientes nos devem?
  • Prazo Médio de Recebimento – Quanto tempo demoramos em média para receber?
  • Prazo médio de Pagamento – Quanto tempo demoramos em média a pagar?
  • Custo do capital alheio – Quanto custa anualmente o dinheiro que nos emprestam?
  • Peso dos gastos fixos nos gastos totais – Estamos muito dependentes de obrigações fixas?
  • Volume de vendas global e por produto – Quanto estamos a vender?
  • Taxa de variação mensal das vendas – Quanto cresce mensalmente as nossas vendas?
  • Rendibilidade económica por produto/serviço – Quais são os nossos produtos/serviços que geram maior rendibilidade?
  • Margem económica – Qual a margem que fica após pagarmos os gastos variáveis?
  • Rendibilidade líquida das vendas – Quanto é que fica no final, após todos os gastos?
  • Rendibilidade operacional das vendas – Quanto é que fica no final, após os gastos operacionais?
  • Valor Acrescentado Bruto (VAB) – Qual a produtividade da nossa mão-de-obra?
  • Rendibilidade dos Capitais Próprios – Quanto é a rendibilidade do dinheiro colocado pelos sócios?
  • Ponto crítico (em valor) – Qual o valor que temos que vender para começarmos a ter lucro?
  • Margem de segurança – Qual a distância a que estamos do ponto morto económico?

 

Como a Contabilidade o pode ajudar a gerir melhor a sua empresa

Em suma, nunca a contabilidade foi tão importante para entregar periodicamente e em tempo útil pontos de situação que possam, de facto, ajudá-lo a perceber o que está verdadeiramente a passar-se no seu negócio.

Há muita informação que pode obter através dos relatórios mensais que o seu contabilista lhe pode disponibilizar sobre a evolução da sua empresa.

Este benefício em prol da sua empresa poderá permitir-lhe explorar ao máximo a informação que tem disponível do seu negócio para que a sua empresa se torne mais sustentável, produtiva e tenha melhor performance.

by:
21 Partilhas
Tweetar
Partilhar
Pin
Partilhar21