fbpx

Saiba de que forma temos apoiado os nossos clientes “Operador TVDE” a expandir as suas atividades

É perfeitamente sensato referir que as empresas crescem de acordo com a visão de cada gestor – a forma como se projeta a empresa para o futuro. O Operador TVDE também não foge à regra e também ambiciona crescer e consequentemente tornar a sua atividade mais abrangente.

Como evoluem os clientes Operador TVDE da RCR? A atividade é rentável?

O melhor argumento que podemos dar, nada tem a ver com números, é apenas um indicador qualitativo. Isto é, a experiência que temos com os nossos clientes Operador TVDE, é que nenhum, nenhum mesmo, encerrou a atividade até hoje. Deixamos as devidas conclusões consigo… 😉

É claro que temos clientes que se desenvolvem (crescem) mais que outros, mas este crescimento nem sempre está diretamente relacionado com o tamanho da frota de viaturas ao dispor.

Alternativamente, começa-se a olhar para áreas que podem perfeitamente ser trabalhadas, complementando uma possível oferta de serviços com o transporte de passageiros.

 

Qual o (possível) caminho a seguir por parte de um Operador TVDE?

Temos já clientes Operador TVDE que já começaram a desenvolver atividades de animação turística.

Atividades de animação turística são por exemplo passeios a pé, de carro, experiências… sendo que pode promover/vender estas atividades com o respetivo transporte de passageiros incluído.

“Por exemplo: Promove a venda de passeios turísticos na cidade de Braga, sendo que efetua igualmente o transporte dos seus clientes do Porto para Braga.”

 

O que precisa ter em conta quando deseja desenvolver este tipo de atividades

Numa primeira fase comece por ler informação relevante sobre este tema no site do Turismo de Portugal. Mas na prática o que tem que fazer:

  1. Tem que efetuar registo no Registo Nacional dos Agentes de Animação Turística (RNAAT);
  2. Preço para esta inscrição: 135€. No entanto, caso obtenha o certificado de microempresa o preço desta inscrição desce até 90€;
  3. Prestar atenção à certidão Comercial da sua empresa e verificar se nos CAEs está mencionado o código 93293;
  4. Anteriormente já teve que contratar os seguros para a atividade para trabalhar nas plataformas, mas vai ter que aumentar capitais seguros ou contratualizar novos seguros (cenário desejável) para o efeito. Existem capitais mínimos a ter em consideração (Seguro Responsabilidade Civil – 50.000€, Morte/Invalidez – 20.000€ e Despesas Hospitalares – 3.500€) sendo que nas respetivas apólices deve estar mencionado que estas coberturas são exclusivamente para o âmbito de atividades de animação turística.

Não se esqueça que a partir do momento em que promove e vende estes programas de animação turística, ao contrário do que está habituado – em que as plataformas eletrónicas tomam conta da faturação por si junto do cliente final – deverá ter um programa de faturação para que comodamente, sem dificuldades e com preço acessível, emita faturas e recibos para os seus clientes.

 

Considerações finais

É claro que quando considera expandir a sua atividade para estes circuitos turísticos, os seus desafios também aumentam. Poderá precisar de investir num site que o ajude a promover o seu negócio, eventualmente expandir a sua rede de contactos (hotéis, alojamento locais) até conseguir a criação de sinergias válidas para a recomendação dos seus serviços junto de hóspedes, entre outras medidas.

O que importa frisar é que logo que deseje expandir o âmbito da atividade da sua empresa e que o mesmo passe por atividades de animação turística deverá ter alguns aspetos em mente, nomeadamente com requisitos a obter junto do turismo de Portugal.

by:
18 Partilhas
Tweetar
Partilhar
Pin
Partilhar18